Insularidades em português: Correlações linguísticas e extralinguísticas

Colóquios da Cátedra Carlos de Oliveira

As culturas de língua portuguesa intensificam, a cada ano que passa, uma dimensão mundial que vêm construindo há já mais de meio milhar de anos. Toda a expansão cria, no entanto, fenómenos de isolamento, seja ele geográfico, cultural, psicológico — algo a que podemos chamar insularidades. E os tempos que vivemos, de forma relativamente inesperada, produziram neste ano um fenómeno social (a questão pandémica) que apenas exponencia vários níveis desses isolamentos.

O presente workshop traz a debate, em ambiente pluridisciplinar, essa segunda face da moeda, esse plano de contraste com as muitas vertentes de ligação que a língua portuguesa propicia nos cinco continentes. Será dada voz a especialistas de vários países, aos estudantes de português da Universidade de Zurique e a todos os participantes que se queiram juntar a nós para contribuir para o desconfinamento intelectual que se pretende.

A receita é simples: pôr em contacto ideias, projetos, resultados, trabalhos e, acima de tudo, pessoas que, de uma forma ou de outra, pensam nas insularidades em português.